Desenvolvido por:

Assessoria de Informática

Cl Edson Nunes - AL 2018/2019

Casa do Leão

Rua: João Cordeiro, 2181 - Joaquim Távora

CEP 60110-535   -   Fortaleza - CE

Logo LIONS INTERNATIONAL 2018-2019.png
Logo_Distrito_LA4_-_2018_2019_cópia.png

Nossas Redes Sociais

  • Acesse nossa Página no FACEBOOK
  • Acesse nossa Página no INSTAGRAM

XX CONVENÇÃO DO DISTRITO LA-4

Quixadá é um município brasileiro do estado do Ceará, pertence à mesorregião dos Sertões Cearenses e à microrregião do Sertão de Quixeramobim. É a maior cidade do sertão central, com uma população de 85.371 habitantes. Possui uma área de 2.019,833 km² e uma densidade demográfica de 39,91 hab/km². O município possui o 17º maior PIB do estado, maior renda per capita e melhor IDH da Mesorregião dos Sertões Cearenses. Na década de 1960 e 1970 o município esteve na lista das 100 cidades mais populosas do Brasil.

Conhecida como "Terra da Galinha Choca", "Terra dos Monólitos", ou "Cidade Rainha do Sertão Central". Até os anos de 1990 foi um dois maiores centros da cultura agroindustrial do algodão no Nordeste. No início dos anos 1980 ainda, em plena "Era do Algodão", a Professora Terezinha de Oliveira Barros, professora formada pelo antigo Sistema Normal, funcionária pública, idealiza trazer para Quixadá um Campus Universitário da Universidade Estadual do Ceará (UECE) convida um colega de trabalho, seu ex-chefe Professor Luiz Osvaldo (Ex-Secretário de Educação Municipal) para com ela lutar para consecução de seu sonho. Primeiro consegue contactar um grande fazendeiro da região Sr. Francisco Gomes, "O Senhor Quinzinho", dono de terras dentro da sede do município e possuidor de vários prédios neste, ele então resolve doar parte de sua fazenda localizada a margem da Estrada da Serra de Santo Estevão, o Deputado Everardo Silveira da Base do Governo à época consegue o decreto que instala o Campus da Faculdade de Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), fundada por inciativa popular em 1976. no início dos anos 1980 a doação do terreno faz iniciar as obras, o primeiro escritório funcionava dentro de sua residência localizada de fronte a obra que se iniciava, de onde eram feitas todas as ligações para a Reitoria da UECE e para os Escritórios do Governo, era de sua residência o banheiro dos trabalhadores da obra, e o primeiro café e o último que tomavam durante o dia de trabalho, a tão sonhada Faculdade inicia suas atividades em 1983 com a implantação dos Cursos de Pedagogia, História e Ciências. idealizam o surgimento da "Praga do Bicudo" a cultura algodoeira começa a dar sinais de decadência, faltam políticas públicas e tecnologias para conter a praga, levando a falência coletiva os industriais do setor das duas grandes famílias algodoeiras "Carneiro' e "Baquit" e com eles centenas de agricultores que subsistiam da riqueza do "Ouro Branco". Depois de anos de abandono governamental político administrativo, a chegada do Bispo Dom Adélio Tomasin, natural da Itália, a cidade começa um processo e reconstrução. O Referido incia uma Escola Técnica, e lá treina junto com irmãs italianas, marceneiros, pintores, costureiras, bordadeiras, entre outras profissões, constrói um Novo Hospital Jesus Maria José e o Maior Santuário Mariano do Nordeste, Santuário Nossa Senhora Rainha do Sertão, não obstante inicia outro grande projeto, em 2005 inica a instalação da Faculdade Rainha do Sertão (FCRS), um Centro Universitário que abrangia a formação e qualificação superior nas áreas do direito, da saúde, da tecnologia, etc, hoje alçada ao status de Universidade Católica (UNICATÓLICA), alguns anos depois os Campus da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Instituto Federal Tecnológico do Ceará (IFCE). Já por volta do ano 2012, a união de três empresários locais, José Nilson Gomes, Ciro Gomes Magalhães e Fred Cirino guiados pelo agora Bispo Emérito de Quixadá, Dom Adélio Tomasin, constroem e implantam mais uma Instituição de Ensino Superior (IES), a Faculdade Cisne, daí hoje, o município ser conhecido como a mais importante Cidade Universitária do Ceará, contando atualmente com 05 instrumentos de formação superior com cursos em todas as áreas do conhecimento.

O município é sede da Diocese de Quixadá, criada pela bula pontifícia do Papa Paulo VI sendo desmembrada da Arquidiocese de Fortaleza.

Uma de suas características mais marcantes são formações rochosas, os monólitos, nos mais diversos formatos que "quebram" a aparente monotonia da paisagem sertaneja. É também conhecida por ser a terra de escritores como Jáder de Carvalho e Rachel de Queiroz que, apesar de ter nascido em Fortaleza, a capital do Ceará, possuía uma relação muito forte com a cidade, visitando-a constantemente, quando se hospedava em sua Fazenda Não Me Deixes, que herdou de seu pai, Daniel de Queiroz.